sexta-feira, 23 de setembro de 2011

ESSA EU TINHA QUE PUBLICAR

COPIE DO BLOG DO XERXES,

Magno Bacelar, na sessão desta terça-feira (20): ‘Imperatriz fica lá no cafundó do judas, no quintal do Maranhão’.

O vice-líder do governo na Assembleia Legislativa, deputado Magno Bacelar, não economizou adjetivos ao propor, ontem (20), ao secretário de Saúde, Ricardo Murad, para que deixe de atender apenas a cidade de Imperatriz em detrimento da região do Baixo Parnaíba.

“Imperatriz já ganhou até demais secretário. Tudo agora na Saúde é só para Imperatriz, que fica lá no cafundó do Judas, no quintal do Maranhão”, disse Bacelar, numa clara demonstração de discriminação a um município carente de ações do poder público estadual.

O vice-líder do governo de Roseana reagiu quando o Murad informou que a imperosa será contemplada com um hospital e mais uma agência de distribuição gratuíta de medicamentos para doenças de alta complexidade, a segunda do Estado. Existe apenas uma em São luís.

“Secretário, olhe para a região do Baixo Parnaíba, onde não temos nada. Imperatriz já ganhou demais, além disso é uma cidade que fica lá no cafundó do judas”, disparou Bacelar, mais conhecido por Nota Dez, que já foi prefeito de Chapadinhas por duas vezes.

O mais curioso é que estavam presentes os representantes daquela cidade na sessão em que Murad tentou esclarecer dúvidas sobre a aplicação das verbas do setor de Saúde, sob sua gestão.

Carlinhos Amorim estava calado e ficou mudo. Léo Cunha fingiu que não ouviu nada e ficou de boca fechada para não entrar mosquito, Valéria Macêdo parece que tinha um cotonete nos ouvidos e, pasmem os senhores, Dr. Pádua escondeu a cabeça entre as pernas.

Lamentável que Imperatriz não tenha representantes para defender seu povo e muito menos deputados eleitos para segurar a bandeira da sua transformação. Uma lástima!




Xerxes Aguiar:





Deputadinho preconceituoso, quer dizer que Imperatriz não tem direitos a esses recurso? A governadora Rosena não tem obrigações para com esse povo?





Que isso sirva de lição para todos nós que somos eleitores, que muitas vezes damos nossos votos para elementos de outras regiões. Estamos no aguardo de uma resposta firme e incisiva dos nossos Deputados Carlinhos e Léo Cunha.

2 comentários:

  1. Olá, parabéns pelo lindo blog, já estou seguindo e aproveito para convidá-la à participar do meu blog tb. Me add no facebook, estou como Bolo Doce Bolo Buffet.Bjs e sucesso!!!

    ResponderExcluir
  2. Quero lhe indicar um site,

    http://patristicabrasil.blogspot.com/

    Esse tem conteúdo de teologia, propriamente documento do período da patrística (ou patrologia). São documentos que vão do ano 84 D.c ao ano 800 D.c, registros dos costumes cristãos, registram temas teológicos e culturais, etc.

    E esse que contem uma bíblia do século II, Codex Sinaiticus, é a segunda bíblia mais antiga.
    http://www.codexsinaiticus.org/en/manuscript.aspx?book=12&lid=en&side=r&zoomSlider=0
    Uma informação rápida, esse exemplar foi digitalizado e colocado na internet para estudo, seu manuseio esta destruindo esse exemplar e o trabalho de vários especialistas e claro da internet, deu a nos um material de estudo precioso. Esse exemplar tem 1466 paginas, sendo que apenas 800 estão disposta por enquanto no site.

    Esse outro site.
    http://molcat1.bl.uk/treasures/gutenberg/search.asp

    É o site da biblioteca britânica que fez o mesmo trabalho, digitalizou dois exemplares da bíblia de Gutenberg, ano 1450. Um exemplar tem uma bíblia simples sem muitos desenhos, e a outra rica em destaques de arte (desenhos).

    Bíblia de Mogúncia

    Impressa sobre pergaminho, cada página em duas colunas com 48 linhas, sendo as iniciais dos capítulos feitas à mão com tinta azul e vermelha. Trata-se da primeira obra impressa na qual aparecem data, lugar e nomes dos impressores, Fust e Schoeffer (ex-sócios de Gutenberg), no colofão. É o incunábulo mais antigo da Biblioteca Nacional, que possui dois exemplares.

    BÍBLIA. Latim. Mogúncia. 1462. In civitate Maguntij: per Johannem Fust e Petrum Schoeffer, in vigília assumptionis Mariae [14 ago.] 1462. 2 v. 42 cm.
    http://objdigital.bn.br/acervo_digital/div_obrasraras/or813929.pdf

    Esse pdf é pesado tem que ter no minimo 1 mega, de conexão

    Atenciosamente,
    Jorge Luis.

    Todavia, se eu tardar, saberás como proceder na casa de Deus, que é a Igreja do Deus vivo, coluna e sustentáculo da verdade.(1 tm 3,15)

    ResponderExcluir